sábado, 25 de dezembro de 2010

Agradecimento

Quero deixar aqui, agora,
os meus mais sinceros agradecimentos
à voce que me segue aqui no blogspot...
e aos que me visitam, também.
É a você que vou homenagear
com essas lindas flores
que representam todo o meu carinho.
Muito obrigada.

Dora Saunier

Positivas Vibrações para o Novo Ano de 2011


Preste atenção
Vamos unir nossas mãos em comunhão com a Natureza em um só pensamento,
energizar todas as pessoas, os nossos irmãos que de um modo ou de outro
necessitam de ajuda, pedindo ao Criador muita paz, muita união entre os povos,
desviando as correntes negativas, trazendo a energia do Amor.

Que seja energizado o planeta todo, tentando transformar os pontos positivos,
abrindo espaço para o amor.
Queiram todos abraçar o planeta, num abraço de união e força.
Que haja Paz, Saúde, Compreensão e que todo e qualquer mal que possa vir,
que seja afastado.
Que os Mestres Superiores organizem-se num sentido só,
dando a todos aqui do planeta a Proteção.
Que a natureza seja comedida e que haja entre os irmãos o respeito de cada um.
Que renove onde houver dor.
Que venha a cura, a Paz onde houver a tristeza.
Que venha a alegria onde houver desarmonia.
Que venha a compreensão intuindo todos a um amor só.
Que todos sintam a energia do amor.
Que todos vibrem com seus pensamentos.
Que todos tenham força dentro de si para se renovar todos os dias.
Que todos cresçam com o mesmo sentido, amando-se e se respeitando.
Que a criação do Senhor sirva para que todos abram dentro de si
a esperança de dias melhores.
Que todos dêem a mão sem olhar a quem.
Que a importância de estar aqui seja recompensada por seus atos.
Que a dignidade de cada um seja aberta a um pensamento só,
ser fiel a você mesmo é olhar para frente e sentir-se forte;
é sentir a bravura dos seus pensamentos, de suas transformações.
Agradeça todos os dias por estar bem, por sentir-se útil, por ter o que comer,
por poderem viver, por poder sentir-se livre. Agradeça tudo o que voce têm.

Com as minhas melhores e sinceras Positivas Vibrações,
Dora Saunier


Felizes Festas de Fim de Ano


Meus queridos
Entramos na Semana de Natal e Festas de Fim de Ano.
O espírito natalino, é algo que sempre me fascinou desde criança.
Sempre vi nesta data, a união e a alegria que existe em todos. Infelizmente só nesta época.
Mesmo que últimamente tenha perdido já muitos daqueles com quem partilhava o Natal.
Pais, irmãos, amigos que já partiram.
Entretanto, com as novas tecnologias, podemos alargar as nossas amizades para todo o mundo
E tu, querido amigo, já fazes parte daqueles com quem eu quero partilhar o espírito natalino
e a euforia da chegada do Ano Novo.
Obrigado por compartilhares comigo, alegrias e tristezas.
Feliz Natal e Bom Ano Novo!!!

Beijos festivos,
Dora Saunier

segunda-feira, 11 de outubro de 2010

Boa semana


Tenha uma bela semana,
cheia de Positivas Vibrações
Alegria e muita Paz...
e obrigada por acompanhar-me

Com amor
Dora Saunier

sábado, 25 de setembro de 2010

As Flores da Primavera

As Flores da Primavera

Neste entardecer tão belo...
Entre todas as flores...
Existe uma rosa amarela...
Que vem ressurgindo...
Com a primavera...
Trazendo consigo...
Seu delicado perfume...
Assim como esperanças...
E oportunidades...
Para novas amizades...
A primavera é tão bela...
Porque traz com ela...
Todas as flores e aromas...
Revitalizando a inquietude...
De todos os corações...
As rosas colorem o amor ...
As vermelhas exalam paixão...
As amarelas trazem magia e a sedução...
As brancas com sua brandura...
Trazem paz para os corações.

por Vania Staggemeier

quarta-feira, 15 de setembro de 2010

À você que me segue...

Agradeço a todos os meus seguidores amigos,
a vossa presença no meu modesto blog.
É um prazer tê-los aqui, acreditem,
sinto-me acompanhada e feliz.
Então, ofereço estas lindas orquideas,
com todo o meu respeito e estima.
Tenham todos a presença
da Luz e do Amor em vossas vidas, sempre.
Diretamente da minha oca, eu vos abraço,


Dora Saunier

Por que o casamento acaba?


Os casamentos acabam por que as pessoas se habituam à rotina diária. Pela falta de respeito, de cumplicidade, de sinceridade, de amizade, de companheirismo e principalmente, pela falta de amor. Nada diferente.
A mesmice também contribui com qualquer casamento baseado numa paixão repentina e sem alicerce.
Sim, porque durante a convivência, o amor poderá surgir lentamente, sem que percebamos, e então poderemos ser verdadeiramente amados e amar com igual intensidade ou mais.
Eu penso que devemos ter privacidade total (principalmente nós, as mulheres), mesmo casadas e apaixonadas.
Coisas banais podem aos poucos destruir qualquer casamento.
Nada de escovar os dentes ao lado da pessoa amada, ir ao banheiro a dois, nem pensar. Trocar de roupa e pentear os cabelos bem como toda a produção de beleza, deve ser uma ação solitária. A nudez de cada um deverá ser preservada, surpresas serão sempre apreciadas.
Depois de arrumada e cheirosa (não precisa ser exageradamente produzida), por exemplo, a mulher aparecerá então para seu parceiro, e ele com certeza a elogiará e poderá até rolar um clima de romance e quem sabe algo mais.
Há outras regrinhas básicas para que o casamento ou união não caiam na rotina ou quebre o encanto de antes. Ninguém tem coragem de falar a verdade sobre estas coisas, com o parceiro.
Para mim, em particular, o bom mesmo é dormir em quartos separados, do contrário, com o passar dos dias, as manias de cada um, tornar-se-ão explícitas (soltar pum, roncar e bufar etc), e fatalmente será um dos fatores desagradáveis para querer-se o outro longe de si. E acordar olhando para a mesma pessoa todos os dias vai perdendo a graça, e o romantismo também. Tomar o café da manhã juntos é agradável, mas sem leituras de jornais e cobranças. Aliás, na hora das refeições, as conversas devem ser evitadas, a não ser aquelas que estejam dentro do contexto do momento em questão, ou seja, a comida. Elogios sinceros sobre o menu e sobre a arrumação da mesa e o serviço, sempre serão bem vindos, isto eu garanto. Cuidado para não esquecer e palitar ou chupar os dentes perto de quem quer que seja, principalmente de sua amada ou amado.
Por que os homens paqueram outras mulheres na rua? Porque elas estão sempre arrumadas e cheirosas, não reclamam de nada e só mostram o lado sedutor e feliz do momento, enquanto em casa, ele sempre encontra uma verdadeira bruxa à sua espera, descabelada, mal vestida e rabugenta (há outras que cheiram a cebola e suor), reclamando de tudo e de todos, nunca com uma palavra carinhosa de boas vindas ao homem amado, apenas reclamações sobre filhos e outros papos domésticos (homem nenhum gosta).
Os homens, por sua vez, quando regressam ao lar, só pensam em se jogar no sofá ou ir tirando a roupa, jogando-as em qualquer canto da casa, quando não reclamam da montanha de serviço ou do chefe. Falar com a mulher, nem pensar, ele quer correr para a TV e assistir a partida de futebol; a coitada da esposa sempre fica em segundo plano. Se ela ousa abrir a boca, com certeza ouvirá palavras desagradáveis, ou nem isso; ele certamente não a escutará, pois a ignora e assim sempre será.
Mulheres não gostam que seus homens deixem toalhas molhadas em cima da cama, tubos de creme dental espremidos do inicio para o fim, assentos da privada molhados de urina ou com tampas levantadas ao usar... Tudo isso é desgastante e nos leva à loucura dia após dia.
Há exceções, mas no geral é isto mesmo que acontece entre os casais antigos ou modernos.
O melhor mesmo, é ter um amor e que seja, cada um em sua casa, assim ninguém corre o risco de se banalizar amorosamente.
Para onde foi o romantismo de antes? As qualidades desaparecem e dão lugar aos defeitos e imperfeições que cada um passou a revelar e exibir durante os dias que se seguem nesta difícil e diária convivência conjugal.
Não deixe que o seu relacionamento conjugal caia na rotina, porém há que ter muito amor para continuar esta deliciosa aventura a dois. Vá ao cinema, saia para dançar, tomar um choppinho em clima de namoro, faça viagens de fim de semana, aproveite as férias para reciclar o seu casamento, programas românticos a dois sempre deixará o casal pensando em uma próxima vez. Turbilhões de idéias poderão pulular em suas cabeças, nos intervalos entre uma escapada e outra, até um outro encontro, com a mesma pessoa. Surpreenda-a.
Mulher, não deixe que o seu lado feminino e sedutor desapareça, demonstrações de carinho e felicidade faz bem ao ego de qualquer homem, mas seja sincera...
Homem, trate com gentileza e doçura a mulher que você ama e quer que seja sua companheira e amante sine die.
Parabéns aos casais que mantém viva a chama da paixão, depois de anos de entendimento, de respeito e de individualidade mútuas.
Viva o seu casamento dia após dia como se fosse o primeiro.

Essas são palavras sinceras e honestas de quem já viveu tudo isso e muito mais. Mesmo assim, um dia eu fui feliz no casamento que durou 17 anos e meio.

"Vivemos o casamento o tempo que for necessário , para que duas pessoas possam concluir uma linda história de amor."

Obs: Esta é minha opinião sobre "Por que o casamento acaba". Todos tem direito a sua própria opinião, e todas com certeza serão diferentes. Somos diferentes. Cometemos falhas. Somos humanos. Viva as diferenças.

por Dora Saunier
Publicado no Recanto das Letras em 15/09/2010
Código do texto: T2499753

domingo, 8 de agosto de 2010

AJUDE ALGUÉM A ENXERGAR A BELEZA E AS CORES DA VIDA



Hospital Maçônico
Leia e Repasse

FAÇA CIRCULAR ESTA MENSAGEM

O JORNAL DA REDE GLOBO MOSTROU UMA REPORTAGEM SOBRE O HOSPITAL DOS OLHOS DE SOROCABA.

ESSE HOSPITAL É DA MAÇONARIA, SEM FINS LUCRATIVOS.

ELE É CONVENIADO COM O SUS, E TEM CAPACIDADE PARA REALIZAR CERCA DE 300 (TREZENTOS) TRANSPLANTES DE CÓRNEAS POR MÊS, POIS HÁ UM ESTOQUE DE CÓRNEAS SUFICIENTE PARA A REALIZAÇÃO DOS MESMOS.
ENTRETANTO, ESSE HOSPITAL ESTÁ REALIZANDO SOMENTE CERCA DE 120 (CENTO E VINTE) TRANSPLANTES POR MÊS, DEVIDO A FALTA DE PACIENTES.

AS CÓRNEAS NÃO UTILIZADAS ESTÃO SENDO JOGADAS FORA POR PASSAREM DO TEMPO DE UTILIZAÇÃO E VALIDADE!

REPASSANDO DE MÃO EM MÃO, ESTA MENSAGEM PODERÁ CAIR NA MÃO DE ALGUÉM QUE CONHEÇA UMA PESSOA QUE ESTÁ A ESPERA DE CÓRNEAS.
ELA PODE ENTRAR EM CONTATO COM O HOSPITAL OFTALMOLOGICO DE SOROCABA - SP E SE CURAR!


TELEFONE: (15) 3212-7009, (15) 3212-7009, (15) 3212-7009, (15) 3212-7009
HORÁRIO: DE 2ª A 6ª FEIRA


ATENCIOSAMENTE,


DR. EDUARDO BEZERRA - MÉDICO
REPASSEM ESTE E-MAIL.
VOCÊ PODE NÃO PRECISAR,
MAS ALGUÉM SEMPRE ESTARÁ A ESPERA.

********
Eu sou Dora Saunier
Na Amizade&Paixão, no Amor&Emoção.

terça-feira, 20 de julho de 2010

Amizade é...



Amizade é Confiar...
Amizade é Ajudar...
Amizade é Apoiar...
Amizade é Acreditar...

Amizade é Respeitar...
Amizade é Incentivar...
Amizade é Ensinar...
Amizade é Amar...

Amizade é Solidariedade...
Amizade é Igualdade...
Amizade é Cumplicidade...
Amizade é Generosidade.

Feliz Dia do Amigo!


Dora Saunier
Publicado no Recanto das Letras em 20/07/2010
Código do texto: T2388340






segunda-feira, 12 de julho de 2010

Meus Dez Segredos Para Ser Feliz

Ame profunda e incondicionalmente...

Acredite no imenso poder da sua mente...

Sonhe com os pés no chão, firmemente...

Apaixone-se por alguém perdidamente...

Sinta a presença da felicidade, constantemente...

Jamais perca a fé, firmemente...

Agradeça a vida, verdadeiramente...

Aproveite a vida natural e intensamente...

Sob todos os pontos de vista, pense positivamente...

Guarde bem os seus segredos, eternamente.


Dora Saunier
Publicado no Recanto das Letras em 12.07.2010
Código do Texto: T2374108

terça-feira, 6 de julho de 2010

PESSOAS


O mundo inteiro está cheio de pessoas.
Há pessoas caladas que precisam de alguém para conversar.
Há pessoas tristes que precisam de alguém que as conforte.
Há pessoas tímidas que precisam de alguém que as ajude vencer a timidez.
Há pessoas sozinhas que precisam de alguém para brincar.
Há pessoas com medo que precisam de alguém para lhes dar a mão.
Há pessoas fortes que precisam de alguém que as faça pensar
na melhor maneira de usarem a sua força.
Há pessoas habilidosas que precisam de alguém
para ajudar a descobrir a melhor maneira de usarem a sua habilidade.
Há pessoas que julgam que não sabem fazer nada e precisam de alguém
que as ajude a descobrir o quanto sabem fazer.
Há pessoas apressadas que precisam de alguém
para lhes mostrar tudo o que não tem tempo para ver.
Há pessoas impulsivas que precisam de alguém
que as ajude a não magoar os outros.
Há pessoas que se sentem de fora e precisam de alguém
que lhes mostre o caminho de entrada.
Há pessoas que dizem que não servem para nada e precisam de alguém
que as ajude a descobrir como são importantes.
Precisam de alguém
Talvez de nós ...

by Leif Kristiansson


sexta-feira, 18 de junho de 2010

CASA E LAR




Casa é uma construção de cimento e tijolos.
Lar é uma construção de valores e princípios.

Casa é o nosso abrigo das chuvas, do calor, do frio...
Lar é o abrigo do medo, da dor e da solidão.

Casa é o lugar onde as pessoas entram para dormir,
usar o banheiro, comer.
Onde temos pressa para sair e retardamos a hora de voltar.
O Lar é o lugar onde os membros da família anseiam por estar nele,
onde refazem suas energias,
alimentam-se de afeto e encontram o conforto do acolhimento.
É onde temos pressa de chegar e retardamos a hora de sair.

Numa Casa criamos e alimentamos problemas.
O Lar é o centro de resolução de problemas.

Numa Casa moram pessoas que mal se cumprimentam e se suportam.
Num Lar vivem companheiros que, mesmo na divergência,
se apóiam e nas lutas se solidarizam.

Casa é local de dissensões, conflitos, discórdia...
No Lar as dissensões, os conflitos, existindo,
servirão para esclarecer e engrandecer.

Numa Casa desdenha-se dos nossos valores.
No Lar sonhamos juntos.

Numa Casa há azedume e destrato.
Num Lar sempre há lugar para a alegria.

Numa Casa nascem muitas lágrimas.
Num Lar plantam-se sorrisos.

A Casa é um nó que oprime, sufoca...
O Lar é um ninho que aconchega.

Se você ainda mora em uma Casa, nós o (a) convidamos a transformá-la,
com urgência, em um Lar...
...e que Jesus seja sempre o seu convidado especial!

Texto de Abigail Guimarães
(inspirada numa reflexão de Alba Magalhães David)





sábado, 12 de junho de 2010

Valei-me Santo Antonio


Meu Santo Antonio querido
Aquece meu coração
Eu quero um namorado
Pra sair da solidão.

Já estou até fazendo
Aquela advinhação
Pra descrobrir de uma vez
Quem terá meu coração.

A prenda até já comprei
Há muito tempo, santinho
Só falta um namorado
Pra entregar o presentinho.

Não me deixe esperar tanto
Posso não aguentar
Viver mais um ano sozinha
Eu quero é desencalhar.

Hoje vou dançar quadrilha
E também pular fogueira
Quem sabe apareça um moço
Que me ache bem faceira.

Se o moço falar comigo
E me der sua atenção
Sou capaz de hoje à noite
Lhe entregar meu coração.

Dora Saunier
Publicado no Recanto das Letras em 12/06/2010
Código do texto: T2315624

quinta-feira, 10 de junho de 2010

Sonho Nativo





Quero ser livre, sem agenda, sem horários programados...
Sair da cidade grande, do barulho, de Internet povoada...
Correndo contra o relógio da ilusão, da vida e do tempo...
Sem poder sonhar, amar, ser feliz, sem tempo pra nada.

Quero reaprender os costumes e encantamentos da floresta...
Dormir em rede de juta, em volta do meu povo, sob a luz do luar...
Faceira, me enfeitar de plumas, pintar o corpo com urucum e raízes...
Tomar banho de igarapé, de rio, e na cachoeira a alma lavar.

Quero me guiar pelas estrelas, pelos raios do sol...
Caçar, pescar, comer os alimentos que a terra dá...
Plantadas pelo povo nativo da floresta, agora devastada...
Colhidas com as mãos nuas, maltratadas, sofridas, calejadas.

Quero silencio para meditar, e sonhar enquanto durmo...
Sem o fantasma do medo, de invasores e desconhecidos...
Que tiram o sossego de outrora, de vida pacata...
Que rondam nossas roças, malocas, nossos filhos.

Quero em perfeita união com amigos e parentes festejar...
No compasso marcado ao som dos tambores e maracás...
Cantoria ritmada pelas batidas fortes dos pés descalços no chão...
Quero sorrir, cantar e dançar a divina dança da chuva e da paz.

Quero que o vento me leve pra longe, quero ser livre...
E espiar do alto a fogueira, a lenha lentamente queimar...
Enquanto minha alma flutua no espaço vazio...
Me levando com certeza, pra em outras florestas nativas pousar.

Quero finalmente respirar o ar puro da selva...
Viver em harmonia com os animais em seu habitat...
Festejando cada momento, cada descoberta...
E se der tempo, no meu livro de memórias registrar.


Dora Saunier

Publicado no Recanto das Letras em 10/06/2010 - 01.50pm
Código do texto: T2311737

quarta-feira, 9 de junho de 2010

Sorria

Para você meus amigos virtuais e reais,
o meu sorriso e essas flores para alegrar o seu dia.



Faça uma pessoa feliz: sorria para ela;
seu sorriso é a melhor maneira de faze-la começar um belo dia.
Não custa nada espalhar seu contentamento e felicidade.
Transmita o calor de sua alma derretendo a geleira que existe
dentro do coração de quem não sabe sorrir.

Dora Saunier
Publicado no Recanto das Letras em 09/06/2010
Código do texto: T2309109


domingo, 30 de maio de 2010

Encorajamento


Quando você estiver necessitado de encorajamento, ofereça o seu próprio encorajamento a uma outra pessoa.

Não há nada que mais possa levantá-lo – com toda certeza – do que o seu próprio esforço para levantar alguém. Quando você focaliza apenas os seus próprios problemas, isso o coloca num desolado e negativo estado mental. Porém, quando você volta a sua atenção para ajudar outros nos desafios que eles estão enfrentando, você passa, naturalmente, a se tornar mais positivo e muito mais eficiente.

Quando você sentir que está sendo tomado por sentimentos de autopiedade, redirecione essa energia; transforme-a em compaixão para com outros. Sempre existe algo que você possa fazer a fim de encorajar e levantar o espírito de alguém.

Dê o belo presente do encorajamento e você o receberá de volta e – pelo menos – em dobro.

por Edwin Louis Cole




quarta-feira, 19 de maio de 2010

Se eu pudesse...


Eu faria com certeza o tempo voltar...
Eu dançaria na chuva sem me molhar...
Eu escreveria belos poemas de amor sem dor...
Eu alcançaria as estrelas sem ter que voar...
Eu beijaria um sapo para um príncipe virar...
Eu cantarolava uma melodia para te encantar...
Eu me transformava em flor pra teu jardim enfeitar...
Eu fitaria teus olhos só pra me enamorar...
Eu beijaria teus lábios para te arrepiar...
Eu seria tuas vestes para teu corpo abraçar...
Eu diria que te quero e pra sempre vou te amar.

Ahhh!!! Seu eu pudesse!
Dora Saunier
Publicado no Recanto das Letras em 19/05/2010
Código do texto: T2265795

terça-feira, 11 de maio de 2010

Rotina

A idéia é a rotina do papel.
O céu é a rotina do edifício.
O inicio é a rotina do final.
A escolha é a rotina do gosto.
A rotina do espelho é o oposto.
A rotina do perfume é a lembrança.
O pé é a rotina da dança.
A rotina da garganta é o rock.
A rotina da mão é o toque.
Julieta é a rotina do queijo.
A rotina da boca é o desejo.
O vento é a rotina do assobio.
A rotina da pele é o arrepio.
A rotina do caminho é a direção.
A rotina do jornal é o fato
A celebridade é a rotina do boato
O coração é a rotina da batida
A rotina do equilíbrio é a medida
Julieta é a rotina do queijo
A alegria é a rotina do verão.
A ousadia é a rotina da invenção.
A brisa é a rotina da carícia.
A rotina da água é a delícia.
O encontro é a rotina da esquina.
A rotina dos olhos é a menina.
A sensação é a rotina do calor.
A rotina do corpo é o frescor.
A rima é a rotina da poesia.
A rotina da folga é o meio-dia.
A liberdade é a rotina de ser.
A rotina dos sentidos é o prazer.
A rotina do destino é a certeza.
Toda rotina tem sua beleza
Descubra a sua.

Ah, se todos os comerciais fossem como o da Natura!!!

++++++++++

A beleza é a rotina dos olhos...
A sedução é a rotina do desejo.
A poesia é a rotina da rima.
O amor é a rotina do coração.
A paixão é a rotina da minha vida.
por Dora Saunier

=========


terça-feira, 4 de maio de 2010

Amizades são como estrelas

foto via myflogsapekinhas


A amizade por vezes nos surpreende...
Conhecemos com ela a alegria...
Mas também um bocado de tristeza...
Que mudam a rotina de nosso dia.

Por amizade enfrentamos nossos limites
Sorrindo com o mais alegre...
Dando força ao mais fraco...
E assim a amizade não fenece.

Conquistando todos a nossa volta
E tudo que nos for possível alcançar
Descobrimos então o nosso espaço
Pra no coração de um novo amigo ficar.

Amizades são como estrelas...
Brilhantes, bonitas, distantes e até frias...
Mas que estão sempre presentes...
Pra preencher nossas almas vazias.


Dora Saunier © 2010
04.05.2010 - 10:00am


domingo, 11 de abril de 2010

A Dança das Borboletas



A Dança das Borboletas

A dança das borboletas segue de flor em flor. Coloridas, elas revelam graciosidade e leveza... Algumas têm bolinhas em cada ângulo das asas. Outras são amarelas, azuis, vermelhas compreto, brancas, um verdadeiro festival de cores.
Todas lindas! Como é belo o seu espetáculo! Gosto de segui-las com o olhar e ficar imaginando quando seremos tão leves quais borboletas multicores?

Obrigados que somos, a viver quase arrastando penosamente pelo solo, devido ao nosso peso específico, não cogitamos ainda de amenizar o fardo que carregamos.

Já pensaram por que monges budistas e outras pessoas que exercitam a meditação podem levitar? O que acontece à sua matéria pesada, por que os seus corpos se desprendem do solo ou de um móvel e plana nos ares?
Por que Jesus Cristo deslizou por sobre o mar? Por que ora aparecia, ora desaparecia dentre as pessoas? E como via onde ninguém mais o fazia ou faz?

Há muito o que desvendarmos e aprendermos na própria Terra, no próprio Universo do corpo humano. E a mente, o que já sabemos sobre ela?

Questões filosóficas, científicas, morais que iremos descobrindo com o tempo. Isto se interessarmos a estudar e observar tudo o que nos cerca.
Na vida nada se faz por acaso, tudo tem sua razão de existir e também nada se conquista sem esforço próprio.

As borboletas e os demais seres ditos inferiores, atendendo a um determinismo biológico, sabem muito bem o que fazer e o fazem com maestria.

E nós, seres humanos, já possuidores de livre arbítrio, será que já descobrimos o que devemos fazer neste Planeta tão lindo?

A dança das borboletas, o vôo dos pássaros, a fonte serena; trazem-me um doce encantamento! Um enlevo de jardim.
Uma vontade indefinível de voar, de gritar a todos os ventos que a vida é mansa, é bela! Que depende de cada um, torná-la assim.

por Alice Martins

************** ************** ****************

"Deixe que seus pensamentos estejam livres para voar nas asas das borboletas
para um imenso jardim colorido repleto de amor e paz!"
~Dora Saunier ©2010

Tenha um dia de domingo abençoando...

sábado, 10 de abril de 2010

Arrepia-me




Arrepia-me a pele
as vezes que penso em ti
quando me falas ao ouvindo
sussurrando palavras atrevidas
que me levam a loucura
de querer-te numa noite sem fim...

Arrepia-me a pele
com frases de amor ardente
proferidas com teu bafo quente
mesmo sem o clarão da lua
tu instigas o meu ser
deixas minha alma nua...

Arrepia-me a pele
teus desejos mais insanos
de querer-me a toda hora
com caricias delirantes
agarrada ao teu corpo
e meus gemidos ofegantes...

Arrepia-me mais...

Dora Saunier ©2010


segunda-feira, 5 de abril de 2010

Segredos


Virou uma mania contar tudo que nos acontece; mas as mais graves, mais sérias, essas não se conta a ninguém
------------ --------- --------- ---------
DENTRO DE cada coração há um segredo guardado, um segredo que jamais será contado à melhor amiga, nem ao padre nem ao psicanalista.
Não que seja algo que deva ser escondido, mas é uma coisa que não poderá, jamais, ser dividida com ninguém: é uma coisa só sua. Pode se tratar de um fato que aconteceu e que seria um escândalo se alguém soubesse, uma linda história de amor ou apenas um delírio de imaginação, mas dele ninguém vai saber, nunca.
Virou uma mania contar tudo que nos acontece; mas as mais graves, mais sérias, que vêm lá do fundo, essas não se conta a ninguém. A gente pensa que certos pensamentos só acontecem com mulheres muito bonitas e homens muito interessantes, gente que já percorreu o mundo e passou por todas as experiências: ledo engano.
Na vida da mais humilde lavadeira da periferia podem ter acontecido coisas que fariam inveja à mais bela e elegante mulher da cidade, que talvez por cuidar tanto de sua beleza e de sua elegância nunca perdeu tempo olhando seu próprio coração.
Quando estiver num lugar cheio de gente, comece a prestar atenção às pessoas, mas uma atenção diferente, mais cuidadosa. Vai perceber que a mais escandalosamente linda de todas, aquela cujo decote vai até o umbigo, e que a fenda da saia vai até a cintura, não está vestida dessa maneira para verdadeiramente conquistar um homem, mas sim para conquistar todos eles; e todos, nesse caso, quer dizer nenhum.
Em algum canto dessa festa vai haver uma mulher absolutamente normal, de uma idade mais pra lá do que pra cá, conversando com uma amiga; uma daquelas mulheres que se olha e sobre a qual não se pensa nada -ou se pensa, é que ela namorou, noivou, casou, teve filhos, foi fiel e que sua vida foi de um tédio atroz. Pois é aí que pode -e geralmente está- o engano.
Essas, se é que viveram mesmo uma vida sem grandes e trepidantes histórias de amor, costumam ter tido desejos intensos e inconfessáveis, e quanto mais castas tiverem sido, maior a quantidade deles. Vamos deixar bem claro que desejar não é cometer nenhuma infidelidade. Por isso, nada mais natural que isso tenha acontecido com nossas mães, tias e avós.
Talvez, na época pré-Freud, elas não conseguissem identificar com clareza o que estava acontecendo, mas se pensarem agora sobre o medo que alguns homens lhes causavam, o pânico de ficar sozinha na sala com alguns deles e a aversão intensa que outros lhes provocavam, visto sob uma ótica mais moderna e esclarecida, poderia ser medo não deles, mas do desejo delas próprias; medo de se atirar no pescoço de um cunhado ou do filho do farmacêutico, que pela idade poderia ser seu próprio filho.
Quando estiver numa daquelas reuniões de família com aquelas tias que nunca perderam uma missa em toda sua existência, ofereça um licor e puxe pela sua língua.
Ela não vai dizer tudo, claro, até porque não sabe direito, mas não vai ser difícil para você desvendar os mistérios que se escondem naquele coração. E se quiser ser bem pérfida, puxe pela vida das outras, procure -sutilmente, claro -saber dos podres da família. Ou vai dizer que na sua nunca teve nenhum?
E quando olhar para sua avó, tão distinta, com os cabelos tão brancos, com um ar tão distante, imagine as loucuras que não devem ter passado pela cabeça dela. Ou que talvez ainda estejam passando.

por Danuza Leão

domingo, 4 de abril de 2010

Páscoa é...


Páscoa é ser capaz de mudar,

É partilhar a vida na esperança,

É lutar para vencer toda sorte de sofrimento.

Páscoa é dizer sim ao amor e à vida,

É investir na fraternidade,

É lutar por um mundo melhor,

É vivenciar a solidariedade.

Páscoa é ajudar mais gente a ser gente,

É viver em constante libertação,

É crer na vida que vence a morte.

Páscoa é renascimento, é recomeço,

É uma nova chance pra gente melhorar as coisas que não gostamos em nós.

Para sermos mais felizes por conhecermos a nós mesmos mais um pouquinho

E vermos que hoje somos melhores do que fomos ontem.

Feliz Páscoa!!!


sábado, 20 de março de 2010

A magia do Outono



Uma Estação lindíssima e mágica, é o Outono.
É a Estação onde as noites e os dias são iguais, é portanto bastante equilibrada,
doce, acolhedora e de uma suavidade ímpar...
Nessa época a natureza simplesmente adormece para que possa haver renovação,
é o amor natural que um dia brotará através das flores na época certa.
É como se fosse o balanço da natureza em relação a vida, é quase como acontece conosco, quando caminhamos para o amadurecimento, da idade, do corpo e da mente.
É a época de colher os frutos que nossas experiências espirituais foram capazes de gerar.
Gosto muito do Outono, gosto de apreciar o bailar das folhas ao vento... É uma linguagem diferente a ser demonstrada pelas variações climáticas... Teremos portanto que esperar para ver se alguma coisa mudou na natureza em relação aos Outonos passados...
Assim, veremos o frio alternando com calor ou será que este ano teremos direito a um delicioso Outono?
Vamos dar portanto as Boas Vindas a essa belíssima Estação que hoje começa tranqüila e agradável...

VIVA O OUTONO!!!

~Dora Saunier © 2010